quarta-feira, 8 de setembro de 2010

Resenha do filme: O show de Truman, do diretor Peter Weir.

             O show de Truman do diretor Peter Lindsay Weir, é um filme em que os principais personagens são Truman Burbank (estrela do reality show), Metyl (esposa de Truman) e Christof (criador e responsável pelo reality). No entanto, este nos apresenta a história de Truman, um homem que vive uma realidade totalmente diferente da verdade, pois este vive em um reality show, onde sua vida é monitorada desde o seu nascimento, sendo vigiado 24 horas diárias, através de câmeras televisivas, assim, sendo manipulado pelo mundo da mídia eletrônica, ou seja, tudo acontece conforme o interesse e proveito do diretor e toda sua equipe.
            No entanto, Truman vive em um mundo irreal sem saber que é estrela de um programa, onde todos que lhe rodeiam sabem de tal falsa ideologia imposta por parte do diretor Christof, mas ao seu conhecimento vive uma vida normal. Porém, o programa vai ao ar sem suspensão, onde tudo é totalmente armado, simulado e controlado através de aparatos tecnológicos, desde a chuva, até sua família. No mais, toda sua vida é totalmente uma embuste, desde o principio este é usado para satisfazer o que o público deseja assistir, sendo como uma espécie de títere, que só atua conforme nossos monitoramentos.
           Entretanto, Christof busca despertar os mais variados sentimentos dos telespectadores através do reality, para que estes permaneçam prestigiando este tão famoso programa e levá-los a adquirir cada vez mais ibope. Portanto, o programa publica propagandas de mercadorias utilizadas pelo protagonista, sendo incluídos como seus objetos do dia a dia, incentivando o público consumista a adquiri-los. Enfim, Truman pode ser considerado um boneco, em que todos os movimentos e ações são planejados e trabalhados para que chegue a um único fim, o lucro.
            Sendo assim, nota-se que a mídia agiu de maneira insensata na vida de Truman, trabalhando em 30 anos de sua vida apenas para atingir seus benefícios, enfim, sem pensar que por de traz de tudo isso, estaria envolvido um cidadão que pensava esta vivendo de acordo com as leis, lutando para continuar com sua boa conduta, sua moral e ética, sendo bom profissional e responsável com sua vida.
            Contudo, ao compararmos os acontecimentos deste filme com a vida real, é notório que algumas vezes a mídia intervem de forma negativa, buscando ganhar audiência a qualquer custo, sem pensar nas consequencias a outrem, ou seja, na influencia que gerará na formação cidadã, no caráter pessoal e que levaram muitos a agirem de má fé, por isso, temos que ser críticos quanto aos programas televisivos, e não deixar que estes venham a nos manipular.
http://4.bp.blogspot.com/_-2FsNZ48tsc/THCNhlwvnEI/AAAAAAAAATs/NlydDTn3TCA/s1600/show_de_truman.jpg

Nenhum comentário:

Postar um comentário